Informações de pesca

 Algumas medidas legais que todo pescador deve tomar para colaborar com a conservação dos recursos pesqueiros do pantanal.

1 – Obedecer a temporada de Piracema;

Rio Paraguai - de 05 de Novembro de 2017 até 01 de Fevereiro de 2018, quando é aberta a pesca amadora executada exclusivamente no sistema Pesque e Solte. A abertura da pesca de captura é apenas em 28 de fevereiro de 2018.

Demais Rios do Mato Grosso do Sul -  de 05 de Novembro de 2017 até 02 de Fevereiro de 2018.

2 – Possuir Autorização Ambiental para Pesca Desportiva;

O formulário está disponível no site www.imasul.ms.gov.br. Esta Autorização permite, juntamente com o selo turismo, a captura e o transporte do pescado (desde que sejam obedecidos os tamanhos mínimos de captura, a cota e o período de pesca).

3 – Obedecer a Cota de Captura;

A cota permitida por pescador amador é 1 exemplar, mais 10 quilos de peixe e 5 piranhas, obedecendo os tamanhos mínimos para cada espécie

4 – Obedecer ao tamanho mínimo e cota para captura das espécies;

5 – Respeitar o período da Piracema e os locais não permitidos;
6 – Passar pelos postos da PMA para vistoriar e lacrar o pescado.

RIOS ONDE A PESCA É PROIBIDA

Rio Salobra – municípios de Miranda e Bodoquena (neste rio a navegação é permitida somente com motor de 4 tempos, de potência até 15 hp).
Córrego Azul – município de Bodoquena.
Rio da Prata – municípios de Bonito e Jardim.
Rio Formoso – município de Bonito.
Rio Nioaque – município de Nioaque e Anastácio.
Zona de Amortecimento do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema/PEVRI

PETRECHOS PROIBIDOS

⦁ Rede, tarrafa, anzol de galho, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garatéia, arpão, flecha, substâncias explosivas ou tóxicas.Também é proibida a pesca pelo processo de lambada, com equipamento elétrico, sonoro, luminoso ou qualquer outro aparelho de malha.

PETRECHOS PERMITIDOS

⦁ Linha de mão, puçá, caniço simples, anzóis simples ou múltiplos, vara com carretilha ou molinete;
⦁ Espingarda de mergulho, arbalete, tridente ou similares, para pesca subaquática, sendo vedado o emprego de aparelhos de respiração artificial; e
⦁ Isca natural, isca artificial e isca viva autóctone (nativas da bacia).